Kojji



DEPRESSÃO


A depressão é um estado emocional natural que acomete o indivíduo após uma grande perda ou decepção. O problema é quando este estado se torna patológico ou mórbido e prolonga-se por muito tempo (além de duas semanas dos sintomas já se considera um indício da doença). Neste caso é necessário buscar tratamento, pois a depressão vai matando aos poucos, a princípio produzindo incapacitações que vão afetando o convívio com outras pessoas, o rendimento profissional e prejudicando a saúde geral, levando, inclusive, a óbito.


Os sintomas da depressão clínica são muito variados, veja a lista abaixo, geralmente tendo quatro deles já é algum indício da doença e deve-se procurar ajuda médica e psicológica (o consenso mundial é que depressão tem cura, através de medicação e terapia):

 

  • Ideação suicida, achar que não vale a pena viver e desejo de morrer.
  • Pensamentos negativos, pensamentos ruins, de que alguma coisa vai acontecer, de acidentes, assaltos, fracasso etc.
  • Sensação de fraqueza, sem  energia.
  • Desanimado, sem interesses, pessimismo, desesperança, sentimento de que nunca vai melhorar.
  • Humor deprimido, tristeza e choro sem motivos relevantes.
  • Dificuldade de concentração e memória.
  • Alterações (falta ou excesso) de apetite, sono e sexo.
  • Lentidão das atividades físicas e mentais
  • Dores pelo corpo, dores nas costas, dores de cabeça etc.
  • Opressão no peito ou na garganta, angústia.
  • Dificuldade de tomar decisões ou iniciar  e concluir suas tarefas.
  • Irritabilidade, impaciência,inquietação, nervosismo.
  • Dificuldade para chorar.
  • Auto-comiseração, sentimento de pena de si mesmo.
  • Falta de prazer nas atividades que antes eram de prazerosas, perda do desejo ou prazer sexual.
  • Sentimentos de culpa injustificáveis.
  • Lábios ressecados, emagrecimento e perda de apetite, má digestão e constipação.
  • Reclamações e queixas freqüentes.

 

Causas da Depressão


Ainda não se chegou à um consenso quanto à etiologia da depressão. A explicação mais comum atribui ao desequilíbrio bioquímico do neurotransmissor  chamado serotonina, relacionado ao estado de humor. E tratam o distúrbio com medicações. Por outro lado, existem estudos que sugerem eventos desencadeantes de um episódio depressivo. Alguns superam em pouco tempo, outros desenvolvem a doença ao longo da vida, o que indica uma pré-disposição.  Trabalhos recentes mostram que mais do que a influência genética, o ambiente durante a infância pode predispor mais as pessoas. Assim, parece que a questão está na estrutura psíquica, na formação da personalidade e nos traumas sofridos na infância.

As Terapias Naturais auxiliam muito no tratamento da depressão, alguns de forma paliativa, outros de forma mais profunda, quando trabalham a estrutura psíquica:

  • Aromaterapia: BERGAMOTA, LITSEA CUBEBA, JASMIM, YLANG-YLANG, rosa damascena, cravo, camomila romana, olíbano, gerânio, lavanda, limão, patchouli, petit grain.
  • Cromoterapia: Vermelho, Laranja, Violeta, Dourado.
  • Fitoterapia: Hipérico.
  • Florais e Oligoterapia: Corretor Anérgico, Neurovit, Traumavit.
  • Musicoterapia: marchas de Wagner, Vivaldi, Mozart, Beethoven (5 e 9ª Sinfonia).
  • Acupuntura e Shiatsu: através da massagem shiatsu, baseada na acupuntura os sintomas da depressão cedem rápido, algumas vezes instantaneamente. Os seguintes pontos são muito úteis para aplicação de DO-IN (auto-massagem nos pontos de acupuntura): E36, VC17, 3,4,12,14,15, VG20, C3,7, R3,7, BP6.
  • Hipnose e auto-hipnose:  Na auto-hipnose, usar as seguintes formulações por 21 dias cada uma: “eu sou muito importante”, “a minha vida é muito importante”, “eu estou cada vez melhor”, “eu nasci para ser feliz”, “eu mereço estar bem”, “eu perdôo fulano por...” “eu libero e deixo ir as mágoas / tristezas / raivas”. Na hipnose as formulações podem ser semelhantes, fortalecendo a auto estima, a auto confiança e o amor à vida. E também catarseando as mágoas, raivas e tristezas, ao mesmo tempo em que
  • Terapia de Regressão: induz a revivência dos eventos desencadeantes da depressão, dessensibilizando-os, e é feita uma resignificação,  reenquadramento ou re-imprint de situações traumáticas infantis.
  • Psicanálise Integrativa: busca encontrar as falhas estruturais, econômicas e energéticas do aparelho psíquico e corrigi-las.

 

A Psicanálise Integrativa, juntamente com suas ferramentas, as terapias naturais, terapia de regressão e hipnose, tem demonstrado excelentes resultados no tratamento de quadros depressivos.

Foto: Emanações Energéticas, pintura em tela da Artista Plástica Neiva Külzer ( Veja em nossa Loja, nos diversos, Arte Terapia).