Kojji



REFLEXOLOGIA


 

Há mais de 5.000 anos, os chineses e hindus já conheciam uma forma de tratamento baseada na estimulação de determinados pontos do corpo. Os índios  norte-americanos conheciam e aplicavam a reflexologia.Mas quem resgatou o conhecimento outrora autóctone  da Reflexologia foi o médico americano William Fitzgerald ( 1872-1942) com o seu trabalho denominado “Terapia Zonal”, em 1916, baseado nos conhecimentos adquiridos dos índios.  Nesta obra, o Dr. Fitzgerald e o Dr. Bowers apresentaram os diagramas das áreas reflexógenas dos  pés e recomendações terapêuticas para clínicos, dentistas, ginecologistas, otorrinolaringologistas e quiropráticos.

Eunice Ingham que trabalhou e estudou com o Dr. Fitzgerald passou muitos anos fazendo experiências sobre a Reflexologia e seu modo de funcionamento que culminou no desenvolvimento do Método Ingham de Massagem de Compressão, publicado em seu livro “Stories the Feet Can Tell”.

O  médico austríaco  Dr. Erich Rauch e seus colegas investigaram durante alguns anos o uso da reflexologia  chegaram à seguinte conclusão: “ após centenas de casos, não nos resta nenhuma dúvida de que os relatos da Sr. Eunice e as descobertas de seu professor, o Dr. F., não constituem ilusões, mas uma realidade inteiramente significativa e resistente à crítica sensata e objetiva.”

Reflexologia é o estudo e a aplicação do conhecimento das áreas reflexas ou zonas reflexógenas. São  regiões subcutâneas, situadas logo abaixo da epiderme, que estão ligadas à outras partes do corpo, como um órgão interno, uma glândula ou um membro.

A massagem nesta área provoca um estímulo  cutâneo visceral  e promove o livre fluxo bioenergético salutar ao órgão  relacionado e também permite perceber o estado funcional do mesmo, pois a hipersensibilidade ou hiposensibilidade dos pontos reflexógenos indicam uma alteração bioenergética.

Na sola, no dorso e nas laterais dos pés existem áreas reflexógenas que estão ligadas à todo o corpo. Com efeito, através da aplicação de massagem nos pontos de reflexologia é possível atuar no funcionamento de todos os órgãos, sempre de maneira benéfica.   Existem também outras áreas do corpo com pontos reflexógenos. É de conhecimento público os casos de pessoas que se libertaram de constantes problemas de garganta e amígdalas pela massagem num determinado ponto do braço.

As mãos, as orelhas ( pavilhão auricular ), o nariz, as arcadas dentárias, o abdome, a coluna vertebral, as costas, e praticamente o corpo inteiro apresenta áreas reflexógenas. 

O mais interessante é que cada uma destas regiões apresenta uma cópia fiel do corpo: NAS PARTES CONTÉM  O TODO, O TODO CONTÉM AS PARTES, à semelhança de um holograma, é por isso que a Medicina Holística afirma que O HOMEM É UM TODO HOLÍSTICO e deve ser tratado como tal: de forma integral, inclusive nos níveis corporal, emocional, mental e espiritual. Se a cura não for completa,  os sintomas voltam de uma forma ou de outra – muitas vezes pior.

A Reflexologia não visa o tratamento de doenças, mas  através do reequilibro energético pode auxiliar o corpo a combater  problemas como enxaquecas, dores nas costas, pressão alta, distúrbios gastrointestinais, sinusite, obesidade, ciatalgia, hérnias discais, impotência, cólicas e irregularidades menstruais, etc. 

Os japoneses usam pisar em um bambu para prevenir enfarto, derrame e melhorar a saúde geral. Os naturistas andam descalços sobre as pedras, estimulando os diversos pontos vitais da sola dos pés e fazendo trocas energéticas com o organismo terrestre ( como se os pés fossem fios-terra, descarregando as energias estáticas, as toxinas, as tensões e revitalizando o corpo com energia geo-magnética e telúrica ),  isto dá uma sensação de bem-estar e relaxamento geral.

Quando ocorre um bloqueio  energético os pontos reflexógenos tornam-se particularmente dolorosos espontaneamente ou ao toque. Isto indica que o órgão ou a função à ele relacionada está em disfunção. Esta disfunção nem sempre é clinicamente detectável ou considerável. Por exemplo, a dor num ponto reflexo do coração pode não representar uma cardiopatia, mas a hipertensão arterial ou muitas mágoas guardadas ao longo do tempo.

E quando a energia entra em desequilíbrio ou é bloqueados pontos reflexos ficam dolorosos, indicando que os órgãos estão com alguma disfunção, física ou energética.

A massagem nos pontos reflexos dolorosos equilibra o fluxo energético e o órgão relacionado corrige suas disfunções, seja por via neural ou energética.